domingo, 1 de março de 2009

Rádio Clube tem novo programa

Pernambuco -

Em formato ousado, Rota da Madrugada será apresentado pela jornalista Rose Maria


Estreia, nesta segunda-feira, o programa da Rádio Clube AM (720 KHz), Rota da Madrugada. A atração, que será

Rose Maria será âncora de noticiário policial a partir de segunda-feira. Foto: Teresa Maia/DPD.A Press - 13/2/08
apresentada pela jornalista Rose Maria, 42 anos, apostará em um novo formato de programa policial. Mais longo, com três horas de duração (das 4h às 7h, de segunda a sexta-feira), abrirá espaço para mais interação com o público, além do compromisso de trazer notícias quentes direto das delegacias e da Justiça. "O programa não terá só notícias factuais. Vamos trazer profissionais especializados para dar dicas de segurança e entrevistas com autoridades, com um viés para a comunidade", explicou Rose Maria.

No programa de abertura, um dos entrevistados será o secretário estadual de Defesa Social, Servilho Paiva, que irá entrar ao vivo para falar sobre segurança pública. Dividido em seis blocos, o Rota da Madrugada também abrirá espaço para a interiorização da notícia. Três correspondentes (Zona da Mata, Agreste e Sertão) irão repassar os últimos acontecimentos do interior do estado. A equipe contará, ainda,com dois repórteres na redação da rádio para apurar fatos da madrugada.

Ao todo, serão seis pessoas, além do produtor e motorista, que juntos vão trabalhar muito para dar um diferencial ao ouvinte. "Queremos que as pessoas, ao ouvirem o programa, saiam de casa bem informados, mas também conscientes de que a violência pode ser resolvida", disse Rose, que terá o apoio do locutor Rinaldo Silva.

Com longa experiência na cobertura de fatos em segurança pública por cerca de 25 anos, dos quais nove foram dedicados às funções de pauteira e repórter do caderno Vida Urbana, do Diario de Pernambuco, Rose Maria ficou conhecida também pelo carisma na rádio. Há 4 anos, ela fazia flashes ao vivo pela manhã para a rádio Clube AM. Hoje sua voz é sinônimo de seriedade e credibilidade junto ao ouvinte. Parceria que, agora, ganha novo fôlego. "Rose Maria trará um conceito ousado de reportagem policial. Será um programa de utilidade pública, que ajudará a elucidar muitos casos, além de abrir espaço para a participação do público", afirmou o diretor das rádios Clube AM e FM, Léo Gangana.

O público, aliás, será o convidado de honra do programa. Segundo Rose Maria, as linhas de telefone estarão abertas o tempo todo, enquanto o programa estiver no ar. Os ouvintes terão a chance de fazer críticas, dar sugestões e denunciar todo tipo de injustiça. O objetivo, conta Rose, é despertar no público a cultura de paz. Para isso, haverá ainda promoções, com sorteio de camisas de entidades que lutam pela não-violência, além de entrevistas sobre o tema. "É preciso enfatizar que a gente trabalha com a questão da violência pública, mas não compactua com ela. Uma das propostas será divulgar campanhas de paz", antecipa.

Rose Maria espera dar continuidade à missão de informar a população sobre os principais fatos da cidade. "Meu trabalho é reconhecido pela seriedade com que trato os assuntos polêmicos. Espero que eu possa ajudar as pessoas e o aparelho de segurança pública do estado a combater a impunidade, que é a grande geradora da violência que existe em nosso estado", declarou.

Nenhum comentário: