quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

A vida nossa de cada dia



A vida

Tão preciosa
Tão precisa
Tão inesperada

Que não se resume em uma única palavra
Mas pode existir dentro de uma gotícula d'água
Aguarda em cada sorriso a esperança de paz a todos
Constrói e toca flores e valsas

É aprender a caminhar mesmo já ter corrido tanto
É enxugar o choro e abrir a porta
É Seguir sempre com mãos unidas sem distinção

Nem as perdas são verdadeiras pois se encontrarão um dia
Nos campos de jasmim e girassóis que infinitamente cobrem o céu

Um comentário:

Ju Pic disse...

Eu quero existir dentro de uma gotícula d'água e aprender a caminhar lá dentro. Quero tua mão junto a minha desde agora até os campos de flores bonitas...
Será que o Hermes vai estar lá?

Obrigada pela sensibilidade do texto boniiito.